Médico recém-formado: como entrar no mercado de trabalho?

Tempo de leitura: 3 minutos

Entrar no mercado de trabalho após a conclusão da faculdade é um desafio para todos os profissionais, e na área médica não poderia ser diferente. Apesar de serem qualificados o suficiente para obter o CRM, as oportunidades para médicos recém-formados são escassas devido à falta de experiência e o abismo existente entre a universidade e o mercado de trabalho.

Porém, existem diversas formas obtê-la e, em pouco tempo, conquistar grandes oportunidades. Quer saber quais são? Então, continue conosco!

Como entrar no mercado de trabalho?

Normalmente, para começar o exercício profissional e trabalhar como médico, o profissional precisa, antes, concluir a sua residência profissional. Porém, alguns médicos terminam a faculdade sem saber muito bem que área seguir. Para isso, existem oportunidades ótimas para tirar as dúvidas e, de quebra, ganhar mais experiência. Conheça algumas delas.

Atuar como médico generalista

Também chamado de clínico geral, o generalista é o médico que atende a todos os tipos de enfermidade em pessoas de qualquer idade. São comuns em cidades pequenas, de difícil acesso. É o famoso “médico de família”.

É a única área que, apesar de necessitar de especialização, não exige a residência. Por esse motivo, e por sua amplitude de atuação, muitos médicos iniciantes optam por exercer essa função.

Atender em consultórios

Ao atender em consultórios, o médico passará a atuar em área clínica, voltada para exames e serviços particulares da medicina. É importante ficar atento, pois, caso seja associado, o médico de consultório precisa ter cuidados que os outros tipos de médicos não têm, como os pagamentos dos tributos e abertura do CNPJ da empresa. Caso o profissional seja apenas contratado, atuará como funcionário da empresa.

Fazer plantões em hospitais

O médico plantonista é aquele que trabalha no  atendimento de emergência sem distinção de caso. Orientar os pacientes, prescrever remédios e realizar exames clínicos são algumas das funções exercidas por esse profissional. O trabalho do médico plantonista é intenso, porém propicia um enriquecimento profissional e pessoal imenso.

Os Hospitais trabalham usualmente com plantões através de pessoa jurídica. Nesses casos os médicos constituem empresa para prestar serviços aos hospitais. Esse tipo de prestação de serviço em geral reduz a tributação dos médicos.

Trabalhar em unidades básicas de saúde

As unidades básicas de saúde são os postos do Sistema Único de Saúde (SUS), que tem por objetivo principal o atendimento da saúde da população sem necessidade de encaminhamento, atendendo a até 80% dos motivos que levam alguém a procurar um médico. É representado pelo programa Mais Médicos. Algumas das suas funções são: aplicar vacinas, fazer curativos, prescrever aplicação orientada, entre outros.

É importante ressaltar que o foco profissional é extremamente importante para o sucesso na carreira médica. Nem todo médico precisa, necessariamente, seguir o mesmo rumo para entrar no mercado de trabalho: existem profissionais que terminaram a faculdade e foram direto para a residência médica, enquanto outros adquiriram experiência primeiro para  depois estudarem para a  residência clínica. O importante é saber aonde se quer chegar!

Gostou de aprender o que um médico recém-formado pode fazer para entrar no mercado de trabalho? Então, não deixe de assinar a nossa  newsletter para aprender muito mais e também confira o artigo do medicine.me sobre o abismo entre a universidade e o mercado de trabalho sob a ótica de um médico.

O abismo entre a universidade e o mercado da medicina existe?

Separamos esse artigo para você sobre produtividade , clique aqui

Quer saber mais sobre contabilidade médica e tirar todas as dúvidas sobre impostos e como economizar. Clica aqui

Veja o canal do Medicine.me no YouTube aqui

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.