Se eu não declarar o imposto de renda, o que pode acontecer?

Tempo de leitura: 3 minutos

Todos os anos milhares de brasileiros precisam realizar a sua Declaração do Imposto de Renda e ficar em dia com a Receita Federal. O prazo deste ano já começou a correr, sendo que a data final para declarar foi prorrogada para 31 de maio de 2022. 

Porém, como esse é um processo um tanto demorado e que demanda tempo, pode surgir uma pergunta: o que acontece se eu não declarar? Como a principal e mais conhecida tributação do país, o Imposto de Renda retém muita atenção, o que significa fiscalização redobrada sobre aqueles que tentam escapar da taxação. 

Contudo, para não ficar apenas na ameaça, vamos explicar no texto abaixo sobre o que acontece caso alguém decida não realizar a sua declaração do IR. Confira. 

Os efeitos de não declarar o Imposto de Renda

Se você teve um problema e não conseguiu enviar sua declaração dentro do prazo estipulado, ainda há tempo de resolver essa questão, porém encarando os custos adicionais.

É possível declarar o Imposto de Renda à Receita Federal em atraso. Nesse caso, deverá ser paga uma multa de 1% ao mês — sendo, no mínimo, R$ 165,74 e, no máximo, 20% do imposto devido.

Porém, se mesmo assim a declaração não foi realizada, então você será considerado um sonegador de impostos do governo brasileiro. Isso leva a uma série de multas e outras penalidades, além de sofrer um processo administrativo que investigará cada detalhe das suas movimentações financeiras, a já conhecida malha fina.

Entre as penalidades que a Receita Federal pode aplicar no sonegador está o cancelamento do seu CPF, o que o impossibilita de abrir conta em banco, pedir cartão de crédito, prestar concurso público, tirar carteira de trabalho, se matricular em faculdade, tirar passaporte, entre outras coisas.

As vantagens de declarar o Imposto de Renda

Agora, além de evitar as situações que mencionamos acima, realizar a Declaração do Imposto de Renda em dia traz certos benefícios para o contribuinte. Como por exemplo:

Possibilidade de recuperar tributos retidos 

Quem recebe rendimentos tributáveis de pessoas jurídicas — como funcionários de carteira assinada — têm parte do seu salário retido pela empresa a título de pagamento do IR. Caso o contribuinte informe um número de despesas dedutíveis que justifique a devolução, esses valores podem ser devolvidos, ou seja, a famosa restituição.

Criação de um documento comprobatório de renda

Caso você necessite de uma comprovação da sua renda, é possível usar a declaração do Imposto de Renda como uma forma de comprovar os seus rendimentos mensais. Muitas empresas, bancos e instituições financeiras consideram o documento como válido para este fim.

Facilidade de contratar algum tipo de crédito

Outra vantagem de enviar a declaração do Imposto de Renda no tempo certo é que ela facilita a contratação de empréstimos e financiamentos. Isso porque permite aos órgãos de fiscalização conhecer melhor o seu perfil de crédito, inserindo essas informações na base de dados do Banco Central.

Além de causar prejuízos junto à Receita Federal pela falta da Declaração, manter os seus impostos em dia pode trazer vantagens. Por isso, não deixe para a última hora e procure declarar o seu IR o mais rápido possível.

Confira os demais artigos sobre Imposto de Renda!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.